Pedro Sertanejo (Euclides da Cunha26 de abril de 1927 — 3 de janeiro de 1997) foi um músico brasileiro, o pioneiro do forró em São Paulo. Era sanfoneirocompositorradialista e fundador do primeiro selo independente, a Gravadora Cantagalo. Em 1956 realizou a primeira gravação, companhado de seu conjunto, pela Copacabana, interpretando o xote "Roseira do Norte" de sua autoria e Zé Gonzaga e a polca "Zé Passinho na festa" de sua autoria. Em 1958, já na Todamérica, gravou de sua autoria, o baião "Balaio do norte" e o forró "Forró brejeiro", tocando acordeom. Em 1959 gravou a polca "Euclides da Cunha", de sua autoria, em referência ao nome de sua cidade natal, e a rancheira "Caipirinha" de Nadim de Correia Marques. Em 1964 fundou o selo Cantagalo, dirigindo a gravadora por toda a década de 1960. Nesse período, convidou Dominguinhos, então iniciante, a gravar LP destinado ao público migrante nordestino. Pedro Sertanejo, gravou ao longo de sua carreira mais de 100 LP's. Um brilhante sanfoneiro que deixou sua contribuição enobrecendo a Música Regional Sertaneja.

O seu salão de forró, situado na Rua Catumbi no bairro do Belenzinho, foi o ponto de encontro de vários nordestinos em São Paulo. As atrações eram Luiz GonzagaJackson do PandeiroZé GonzagaMarinês e Dominguinhos, entre outros. Casado com Noemia Lima e Silva, tiveram seis filhos: Arecessone, Oswaldo (Osvaldinho do Acordeon), Aristoteles, Juracy, Maisa e Cecila.

O Bloco do Baião nasceu em 2012 para homenagear o Centenário de Luiz Gonzaga O Rei do Baião , em 2019 Homenageará o Centenário do Rei do Ritmo (JACKSON DO PANDEIRO) dia (5) de março na 4ª Edição do Carnaval de Rua de São Miguel Paulista Idealizado pelo Bloco para animar a região e contemplar as famílias do bairro do extremo Leste de São Paulo, conhecido por sediar grande eferverscência cultural além de ser um dos primeiros bairro do município de São Paulo. 
A Iniciativa do Carnaval de Rua de São Miguel Paulista começou em 2016 apenas com o Bloco do Baião na Rua Pedro Gomes Pereira, Em 2017 foi amplamente ampliado e levado para Avenida Dr Aristodemo Pinnott onde na ocasião um dos Idealizadores Wagner Ufracker conhecido como Zé da Lua foi contemplado pelo Programa Redes e Ruas da Prefeitura de São Paulo com o Projeto TV SÃO MIGUEL - conectado com redes das periferias, onde foi transmitido ao vivo , ainda em 2107 tiveram a apresentação do Bloco Babalotim, União do Morró, Fanfarra do Colégio Dom Paulo Rolim Loureiro, Bloco Amigos de São Miguel, com brinquedos gratuitos para as crianças, Caminhão Trio Elétrico, além da Estrutura de Som cedida pela Casa de Cultura de São Miguel Antonio Marcos, e Logística pela Prefeitura Regional de São Miguel Paulista.
Em 2018 aumentaram o numero de blocos inscritos, Bloco do Baião, União no Morró e Babalotim, além de palco montado pela Prefeitura Regional de São Miguel.

O Projeto uma iniciativa de Zé da Lua , Sacha Arcanjo, Francisco Xavier , Trio da Lua, Cacá Lopes, Trio Amizade, Casa de Farinha, Oficina Cultural luiz Gonzaga com apoio da TV São Miguel, Maracatu Nação São Miguel