Azulão nasceu em 25 de junho de 1942 no Brejo de Taquara, distrito de Caruaru, e por um triz ele não nasce no dia do santo que ele vem homenageando ano após ano desde o início de sua carreira artística. Isso talvez seja a única justificativa plausível a presença do forró ao longo de sua vida.

Foram a interpretação e os acordes de Luiz Gonzaga que despertaram em Azulão a paixão pela música, e ele nem imaginava que anos depois ia subir ao palco junto do velho Lua. Aos 10 já iniciava a sua carreira artística, nessa época o menino Francisco vendia picolé nas ruas de Caruaru, e eventualmente apresentava-se no auditório da Rádio Difusora, onde foi sendo descoberto pelos radialistas caruaruenses. Foi nessas andanças que veio a ganhar o apelido que adotou como nome artístico, apelido este dado pelo radialista Arlindo Silva, pelo fato de Francisco só se apresentar com roupas azuis. Ele dizia: “- Bote esse Azulão pra cantar!” E o povo adotou.


Em 1964 Azulão já era sucesso na gravadora Rosemblitz, o grande público já pedia suas músicas nas rádios, era o tempo de “Olhei meu Amor” (primeiro sucesso de um compacto duplo). Veio então o convite do Mestre Camarão para integrar como vocalista a Bandinha do Camarão (primeira banda de forró do Brasil), onde passou vários anos e gravou dois LP’s. No ano de 1975 gravou seu primeiro Long Play solo - “Eu Não Socorro Não” - , pelo selo Esquema. Todas as músicas foram um grande sucesso. A partir de então não parou mais, ano após ano emplacando sucessos em todo nordeste em gravadoras como Equipe, Madrigaz no Rio e Copacabana em São Paulo. Além de cantor, também é compositor, com mais de 60 músicas gravadas por cantores famosos como Genival Lacerda, Marinalva, Trio Nordestino, Os Três do Nordeste e muitos outros.

Dentro de um corpo medindo 1,45m de altura nem dá pra esperar uma voz com tamanho vigor, mas no palco o pequeno grande – outro apelido que ganhou do locutor Ivan Bulhões – além de contagiar, tem ritmo, carisma e muita malandragem. Por tudo isso Azulão é a grande referência musical da Capital do Forró: Caruaru – cidade cantada por ele em vários de seus LP’s. Sempre esteve ligado a valorização da cultura pernambucana, sendo um dos seus maiores representantes Se em fevereiro já tem carnaval, então...

VAMOS PARA O BLOCO DO AZULÃO.


Apoio:
Forró dos Amigos / Nordestinos Paulistanos / Aconteceu no Forró /Espalha Brasa / Forró dos Ratos / Pé de Calçada / Risca Faca FC

AZULÃO SERÁ HOMENAGEADO EM SÃO PAULO POR INICIATIVA DE SEU FILHO AZULINHO ,MOVIMENTO SP FORRÓ E LIMOEIRO.

COM O BLOCO DO AZULÃO QUE SAIRÁ DIA 9 DE FEVEREIRO NA TRADICIONAL CASA DE FORRÓ LIMOEIRO EM SÃO PAULO.

ATRAÇÕES CONFIRMADAS:

JANAYNA PEREIRA
AZULINHO DE CARUARU
TRIO SABIÁ
TRIO AMIZADE
JORGE DO ROJÃO
ORTINHO
E CONVIDAOS

ingresso promocional R$ 10
confirmando presença no evento ou mandando nome para lista amiga pelo email programaspforro@gmail.com

Na hora R$ 20


 

 

 

 

 

 



 

           "SP FORRÓ "  2017  SÃO MIGUEL PAULISTA - SÃO PAULO 
 Email  -programaspforro@gmail.com - Fone  55  (11) 9.6657.86.77 

 Venha fazer parte do Coletivo SP FORRÓ !!